segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Cada momento, cada segundo é de um valor infinito

Aristóteles deixou esta definição: "O tempo é o número (soma) do movimento, segundo o anterior e o posterior". Daí a distinção entre o tempo cósmico, histórico e existencial, de tanta importância e conseqüências.

O tempo é constituído por três elementos: presente, passado e futuro, o passado não existe mais, o futuro ainda não existe, portanto, somente o presente existe. Existem várias maneiras de explicar o que é o tempo, para cada um o tempo é diferente, a maneira que vai passar o tempo e modo como vai aproveitar.
Temos que saber aproveitar o nosso tempo da melhor maneira possível, com inteligência, sabedoria e com saúde.
O tempo é nos dado e nos é tirado, depende de nós
É tempo de prosperar, progredir e idealizar o nosso dia-a-dia...


“Uma estreita relação entre temporal, carnal, terreno, mortal e decadente. Justificava-se um dualismo entre Tempo e Eternidade que se refletia no contraste entre a carne e o espírito, entre o pecado e a salvação, e, assim, encorajava a rejeição ao mundo.”

“O tempo tendo um princípio teria igualmente um fim, uma morte. Pois, é tempo de viver a vida.”

2 comentários:

Donarte N. dos Santos Jr. disse...

Texto entregue atrasado: dentro do último prazo dado...

Donarte N. dos Santos Jr. disse...

Ah! Sites dos quais foram feitas cópias literais:

i) http://www.ifcs.ufrj.br/~frazao/tempo.htm

ii) http://www.filosofia.seed.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=68